O uso do Minoxidil 5% no combate à calvície: quais os seus possíveis efeitos prejudiciais e qual outra solução poderia substituí-lo?

O uso do Minoxidil 5% no combate à calvície: quais os seus possíveis efeitos prejudiciais e qual outra solução poderia substituí-lo?

À venda no mercado sob os nomes comerciais “Regaine® 5%” (do laboratório Pharmacia & Upjohn), de Aloxidil® 5% (da Theraskin Farmacêutica Ltda) e de “Pant 5%” (da Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.), entre outros, o medicamento à base de minoxidil (princípio ativo) é um tônico capilar indicado no tratamento da alopecia androgenética em homens adultos – alopecia esta que é também mais popularmente conhecida como “calvície hereditária”.

Trata-se, portanto, de uma substância cujo uso é prescrito para quadros que não estão relacionados a uma queda de cabelo esporádica, mas, sim, a um tipo de calvície que se manifesta em regiões específicas do couro cabeludo dos homens, em dimensões que podem variar de pessoa para pessoa, mas que geralmente atingem os fios localizados na parte superior da cabeça, raramente afetando a nuca.

Solução tópica, a indicação do minoxidil se dá por intermédio de um médico dermatologista, tendo-se em vista a ação coadjuvante desse princípio ativo no tratamento desse tipo específico de calvície, isto é, geralmente não se trata de uma prescrição isolada, tampouco aplicada ao tratamento de calvícies cujas causas estejam associadas a outros fatores.

A bula do Pant 5%, por exemplo, alerta para o cuidado de que ele “não deve ser utilizado na ausência de história familiar de perda de cabelo ou se a razão para a perda de cabelo for desconhecida”. Já na bula dos três medicamentos – aqui mencionados apenas a título de exemplos de nomes comerciais com os quais o minoxidil é disponibilizado aqui no Brasil – consta, de modo geral, a contraindicação para:

  1. os casos de perda repentina ou fragmentada de cabelos;
  2. os casos de calvície completa ou perda completa dos cabelos do corpo inteiro;
  3. os casos em que a queda de cabelos é devido a: uso de algum medicamento, deficiências alimentares, quimioterapia, enfermidades ou situações que causem danos ao couro cabeludo.

Além disso, sempre vale o alerta de que, para o uso do minoxidil, é realmente indispensável que o interessado esteja respaldado pela orientação médica, cuja avaliação é essencial para que a própria calvície androgenética seja devidamente diagnosticada.

A esse respeito, aliás, o Regaine® 5% adverte: “Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Regaine 5% devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente, sendo que o Pant 5% e o Aloxidil® também chamam atenção para o fato de que o uso de medicamento sem o conhecimento do seu médico “pode ser perigoso para a sua saúde”.

Mas, afinal, no que diz respeito aos efeitos considerados prejudiciais ou indesejáveis, quais seriam aqueles que podem decorrer do uso de minoxidil?

Efeitos adversos do Minoxidil*

Entre os efeitos adversos mais comuns (que, segundo a estimativa dos fabricantes*, ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam o medicamento), estão:

  • vermelhidão;
  • irritação;
  • coceira / pele seca / descamação do couro cabeludo;
  • dermatite leve do couro cabeludo;
  • crescimento não desejado de cabelos fora do couro cabeludo;
  • aumento da perda de cabelos.

Muito mais raramente (ocorrências em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam o medicamento), também podem ser observados os seguintes efeitos indesejáveis:

  • dermatite alérgica de contato;
  • foliculite (inflamação do folículo – local onde nasce o pelo ou o cabelo); e
  • seborreia.

Embora se estime que a perda temporária de cabelo diminua dentro de algumas semanas, o uso do medicamento deve ser descontinuado na permanência da queda por mais de duas semanas, devendo-se procurar o médico. E, de acordo com os laboratórios, conquanto esses efeitos adversos não tenham sido associados ao uso de minoxidil, registram-se ainda:

  • palpitações;
  • aparecimento de dor no tórax tipo angina (dor em aperto);
  • debilidade ou vertigem;
  • aumento de peso inesperado e sem motivo aparente;
  • suor das mãos e dos pés; e
  • inchaço.

 

Substituto do minoxidil: haveria algum sem efeitos prejudiciais?

Com qualidade superior à do minoxidil, o RubexPlus é um produto desenvolvido com exclusividade pela Tricosalus Clinics e que também atua como grande coadjuvante nos tratamentos antiqueda, ou seja, a sua indicação tem a mesma finalidade que a indicação do minoxidil. Tal como ele, o RubexPlus é uma solução tópica que deve ser aplicada de duas a três vezes por semana sobre os cabelos úmidos, nos quais deve agir por alguns minutos, sem enxágue.

O princípio vasodilatador contido no RubexPlus favorece a ativação da microcirculação periférica, potencializando a ação do produto. Além disso, a sua formulação específica, à base de proteínas da seda, vitaminas e aminoácidos, fornece ao cabelo todas as substâncias indispensáveis à sua nutrição e proteção.

Para a sua prescrição, no entanto, também é fundamental a avaliação do profissional da área, que é o dermatologista especializado em patologias do couro cabeludo. E, se você deseja contar tanto com o conhecimento de um time de especialistas com comprovada experiência no assunto quanto com o acesso ainda mais facilitado ao RubexPlus (caso seja diagnosticada a alopecia androgenética e, claro, desde que esse medicamento lhe seja indicado pelo médico), a Tricosalus Clinics está à disposição pelos telefones (11) 4550-1420 e (11) 9.8348-0349.

Para mais informações, entre em contato agora mesmo com a nossa equipe!

 

*Foram consultadas as bulas dos medicamentos disponíveis nos seguintes sites: sobre o Pant 5% – http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=24581662016&pIdAnexo=3996987; sobre o Aloxidil® – http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=3830762013&pIdAnexo=1611453; e sobre o Regaine® 5% – https://bula.medicinanet.com.br/bula/4445/regaine_5.htm.

Responder

Seu email não será divulgado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.