Saw Palmetto no tratamento da calvície: o que você precisa saber a respeito

Quando o assunto são as formas mais eficazes de se combater a calvície, diversas são as substâncias (e até mesmo as “receitas”) que, de tempos em tempos, se revelam entre as “novas tendências”, não é mesmo? E, dentre as mais recentes, uma delas vem ganhando bastante repercussão na internet, embora as muitas especulações que ainda existem a seu respeito: o saw palmetto.

De acordo com os especialistas em plantas e fitoterápicos, o saw palmetto, cujo nome científico é “Serenoa repens”, é uma palmeira originária da América do Norte. Ele seria um “remédio natural” que, tal como a finasterida, reduziria os níveis de produção do hormônio DHT.  

Conforme já explicitamos no vídeo “Mitos e Verdades sobre o Finasterida”, o DHT (dihidrotestosterona) é o hormônio responsável pela miniaturização dos folículos pilosos. Desta forma, ao inibir a produção desse hormônio, o saw palmetto também estaria ibinindo a queda de cabelo, da mesma forma como a finasterida.

Portanto, com o mesmo mecanismo de ação da finasterida, o saw palmetto seria indicado a pacientes diagnosticados com alopecia androgenética, mais popularmente conhecida como “calvície hereditária” ou “calvície de padrão masculino” – embora também acometa muitas mulheres.

Qual a origem do saw palmetto e como ele passou a ser utilizado no combate à calvície?

Saw-Palmetto-for-hair-regrowth-MaisonterreDe acordo com as informações disponíveis, o saw palmetto se trata de uma planta que era usada pelos nativos norte-americanos para o tratamento de distúrbios urinários em homens, incluindo a hiperplasia prostrática, isto é, o aumento da próstata (o que provoca o estreitamento da uretra e, deste modo, a dificuldade para urinar).

Acontece que, tal como os pacientes tratados com a finasterida, os norte-americanos também notaram que os seus fios de cabelo voltaram a engrossar após o uso do saw palmetto. Assim, descobriu-se que ele também atuaria no combate à queda de cabelo, embora a substância ainda não seja reconhecida como opção de tratamento pelo órgão que regula a comercialização de medicamentos nos Estados Unidos – a FDA (Food and Drug Administration).

 

Saw Palmetto x Finasterida: qual a diferença, afinal?

De acordo com o que se divulga na internet, o uso do saw palmetto não possuiria efeitos colaterais, sendo uma “alternativa natural” à finasterida. Entretanto, a ANVISA alerta que o medicamento à base de saw palmetto (que prevê o seu uso apenas no tratamento da hiperplasia benigna da próstata e sintomas associados) pode causar náuseas, dor abdominal, distúrbios gástricos, constipação e diarréia. Em casos raros, pode causar hipertensão, diminuição da libido, impotência sexual, cefaleia e retenção urinária. Já em relação à finasterida, muito se fala da impotência sexual como um efeito secundário do seu uso contínuo – embora já tenhamos feito esse esclarecimento no vídeo mencionado anteriormente.

No que diz respeito à sua contraindicação, o saw palmetto, tal como a finasterida, também é contraindicado para crianças e mulheres (principalmente durante a gravidez e a amamentação.

Onde adquirir o saw palmetto e o que a Tricosalus recomenda a respeito desse uso?

Os extratos comercializados no mercado são geralmente produzidos a partir dos frutos (já parcialmente secos) do saw pametto. Contudo, ainda não existe uma padronização em relação à produção desse produto, que pode ser encontrado em versões industrializadas, importadas ou manipuladas em drogarias, farmácias de manipulação e lojas de suplementos e produtos fitoterápicos.

No que tange à sua utilização, são necessários mais estudos a respeito desse princípio ativo. Por hora, é cedo para falar até mesmo da ausência de efeitos colaterais. As pesquisas científicas envolvendo o saw palmetto ainda se encontram em fase inicial; portanto, faltam evidências mais conclusivas a respeito do real benefício dessa substância para o tratamento da queda de cabelo.

No mais, salientamos que os medicamentos fitoterápicos continuam sendo isto: medicamentos. Por isso, eles também ser utilizados a partir da indicação e do acompanhamento de um especialista.  

Confira também o vídeo “Saw Palmetto: indicação, mecanismo de ação e efeitos colaterais”

Para quem quiser ter acesso a essas e outras informações mais detalhadas, a Tricosalus também lançou um vídeo dedicado exclusivamente ao tema, no qual o dr. Anderson Bertolini, dermatologista especializado em patologias do couro cabeludo que atende pela Clínica, responde às dúvidas dos internautas a respeito do saw palmetto.

Aproveite para comentar e compartilhar:

Responder

Seu email não será divulgado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.