Queda de cabelo na adolescência é normal?

Entre muitas definições, a adolescência também pode ser conhecida como uma daquelas fases da vida em que costumam ocorrer os maiores conflitos com a autoimagem. Diante do espelho, não faltam críticas de quem se acha, por exemplo, “alto demais”, “baixo demais”, “magro demais”, “pesado demais” ou “com espinhas demais”. E uma preocupação ainda maior pode ter início quando, de repente, o que se constata é uma grande quantidade de fios de cabelo a menos.

Mas a queda de cabelo não seria algo comum a todas as pessoas, incluindo-se aí os adolescentes?Boy-hairstyle-jpg

A primeira resposta é sim: a queda dos fios é uma ocorrência própria do ciclo de vida do cabelo, que se caracteriza por três etapas: a fase de crescimento (“fase anagena”), a fase de repouso (“fase catágena”) e a fase de queda (“fase telógena”). Portanto, a queda do cabelo é um processo natural, sendo que, durante o período em que os fios estão se desprendendo do couro cabeludo, a raiz do cabelo continua trabalhando, produzindo os novos fios que crescerão no lugar daqueles que caíram.

 

luis tricotest consultaOlá, tudo bem? Desculpe interromper a sua leitura!
Eu sou o Luis, gerente aqui da Clínica Tricosalus, e estou passando para convidá-lo(a) a conhecer o Tricotest – nosso exame de análise capilar.
Clique aqui e assista ao vídeo.

 

A segunda resposta é: dependendo da quantidade de fios que caem diariamente, a queda de cabelo pode não ser tão “comum” assim, indicando a existência de algum problema ou, até mesmo, revelando que o adolescente possui uma predisposição genética para a calvície.

No caso dos adolescentes com essa predisposição (quando os seus pais, avós e/ou tios são parcial ou totalmente calvos), verifica-se a rarefação/afinamento dos fios, que se agrava após a puberdade, caracterizando a alopecia androgenética. E, embora a incidência seja muito maior entre os homens, esse tipo de calvície também pode afetar as mulheres.

Porém, antes de qualquer alarde, a primeira coisa a fazer é consultar o dermatologista/tricologista, pois somente o profissional especializado poderá diagnosticar corretamente a origem do problema e prescrever o tratamento adequado (que também pode ser preventivo), de acordo com as necessidades de cada paciente.

Quais seriam as outras possíveis causas para a excessiva queda de cabelo em adolescentes?

Hair lossNo geral, além das mudanças hormonais poderem provocar temporariamente uma maior queda de cabelo, os cabelos dos adolescentes costumam cair com maior intensidade quando o seu organismo está sofrendo determinadas deficiências nutricionais – uma consequência que geralmente está associada à adoção de dietas radicais.

Outro motivo pode ser a frequente exposição dos fios a procedimentos químicos, bem como o uso de penteados que puxem os fios por um longo período de tempo, como coques e rabos de cavalo. Também vale lembrar que o consumo de substâncias prejudiciais à saúde, como álcool e cigarro, impede que nutrientes essenciais cheguem à raiz do cabelo. Já o uso de anabolizantes pode acelerar a calvície nas pessoas geneticamente predispostas.

Para os adolescentes que buscam uma referência para avaliar se a sua queda de cabelo estaria ou não dentro do padrão considerado normal, a estimativa é de que, em média, até 100 fios de cabelo caiam diariamente. No entanto, como não é possível realizar essa contagem de maneira prática no dia a dia, recomenda-se que, caso a perda dos fios esteja ocorrendo em volume maior do que o habitual, o especialista seja procurado o mais rápido possível.

Responder

Seu email não será divulgado.