Imagem profissional: trabalhe a autoestima e conquiste oportunidades!

Imagem profissional: trabalhe a autoestima e conquiste oportunidades!

Antes mesmo de que qualquer palavra seja dita, o fato é que o seu jeito e a sua aparência já informam muito sobre quem você é. Às vezes, essa primeira impressão pode não traduzir realmente a sua essência e as suas competências; porém, mesmo assim, ela pode acabar sendo decisiva para o seu sucesso ou para a falta dele, e daí a importância de cuidar da sua imagem profissional.

Com este artigo, esperamos contribuir para que você entenda melhor como isso pode se aplicar na prática, identificando se isso está ou não acontecendo com você e, claro, para que você possa conquistar a oportunidade dos seus sonhos!

Entenda a importância da autoestima

É impossível não relacionar a forma como você se vê — que é a autoimagem — com a maneira como os outros o(a) enxergam — que é sua imagem pessoal. Sendo assim, o conjunto de atitudes que cria uma boa ou má impressão para o seu próximo começa com a sua percepção a respeito de si.

Transmitir uma imagem segura e confiante é uma ação que está diretamente associada à sua autoestima. Esse sentimento representa o valor — positivo ou negativo — atribuído a você por você mesmo(a), e ninguém mais. Sendo assim, se você acredita que não é capaz, refletirá exatamente isso. Do mesmo modo, se algo em sua aparência ou em seu comportamento o(a) incomoda, será difícil esconder esse seu incômodo das outras pessoas.

Como uma autoestima abalada atrapalha a sua imagem profissional?

Quando as empresas buscam novos colaboradores ou até mesmo por funcionários antigos da casa para assumirem cargos mais altos, elas já o fazem dispondo de um perfil preestabelecido para esse potencial candidato. Isso quer dizer, entre outras coisas, que esse profissional não só deve demonstrar conhecimento sobre a área e o assunto nos quais lhe competirá atuar, como também deverá se portar conforme as exigências em torno desse cargo — o que também implica vestir-se e adotar os comportamentos idealizados para ele.

Agora, imagine se o cargo de chefia de uma multinacional é o seu sonho e, você, que não está se sentindo autoconfiante (autoestima baixa), aparece para a entrevista desleixado(a) e cabisbaixo(a)? Nesse caso, ainda que disponha de um ótimo currículo, é quase certo que ele não será o bastante para impedir, rapidamente, o seu afastamento da nova condição assumida. Isto porque, segundo pesquisas revelam, as pessoas só levam três segundos — em média — para construir uma imagem em relação a você. E, nesse caso específico, para construir a sua imagem profissional.

Em suma, existem vários problemas, de muitas origens, que podem abalar a sua autoestima, refletir na sua imagem e impedir o seu sucesso. Por isso mesmo, é essencial que você consiga fortalecê-la!

Busque meios para reverter a situação

Estar bem com você (autoestima elevada) é importante tanto para a sua realização quanto para a sua felicidade. E esse deve ser o primeiro passo. Porém, em alguns casos, o que nos impede de buscar nossos sonhos é uma questão de aparência. Os dilemas mais comuns costumam estar ligados à estética e, muitas vezes, podem ser resolvidos com o acompanhamento certo.

Como lidar com a pele acneica?

Muito comum na adolescência, essa inflamação na pele pode surgir em qualquer fase da vida. Suas motivações são diversas, mas o seu resultado pode ser muito impactante para a autoestima, deixando marcas na pele.

O excesso de acne pode causar insegurança com a autoimagem em muitas pessoas, e isso é mais comum do que muitos imaginam. Felizmente, porém, existem tratamentos médicos e também estéticos para resolver a questão e amenizar os seus efeitos, como as manchas.

E quanto à calvície?

Quem já não ouviu comentários como “Isso é genético; seu pai teve e não se importou…”, ou “Sua mãe também tinha pouco cabelo e isso nunca foi um problema…”? No entanto, se isso o(a) incomoda, por que não investir em uma solução — segura e definitiva?

Em homens e mulheres, a calvície pode ser desencadeada por fatores diversos, mas a mais comum é aquela provocada pela própria predisposição genética — a  alopecia androgênica. E a boa notícia é que, sim, é possível remediá-la, de modo que você não precisa continuar sentindo vergonha dela (caso isso já esteja acontecendo), tampouco precisa passar pelo constrangimento provocado por certas “brincadeiras” relacionadas à questão. Os procedimentos para tratar da queda acentuada de cabelo estão cada vez menos invasivos, e um exemplo disso é o próprio método CNC!

Além de prevenir a alopecia androgenética — quando já existe histórico de calvície na família —, é possível cuidar desse e de outros tipos de queda de cabelo identificando qual a sua causa e tratando-a com um médico especialista em tricologia e patologias do couro cabeludo. Ele é o profissional mais gabaritado para encaminhá-lo(a) ao melhor método de resolução do problema.

Um belo sorriso abre portas?

Sim, um sorriso bonito é, como dizem, “um cartão de visitas” e, numa primeira impressão, também pode ser um forte indicador de saúde, assim como um cabelo bem cuidado também o é.

O desalinhamento, a perda, o escurecimento e o enfraquecimento dos dentes podem ser resultado de fumo, quimioterapia ou até mesmo de má formação da arcada dentária. E todos esses efeitos podem ser sanados com procedimentos ortodônticos e periodônticos. Ainda mais com as novas tecnologias que permitem técnicas cada vez mais eficientes para se alcançar a harmonização do sorriso.

Essas são apenas algumas das questões que podem abalar a autoestima e que, muitas vezes, tornam-se impeditivas para quem deseja buscar algo melhor na carreira.

Se você se identifica com alguma delas, nada de se limitar e/ou de prolongar a solução daquilo que o(a) incomoda: busque profissionais sérios e habilitados em todos os procedimentos e inicie o tratamento necessário o quanto antes!

Saiba trabalhar a sua imagem profissional

Se você não consegue alcançar o sucesso e/ou conquistar o emprego dos seus sonhos, e já percebeu que o problema está em sua imagem profissional, saiba que existe uma estratégia de autopromoção por meio da qual você pode reverter a situação: o marketing pessoal.

Essa técnica inclui bastante autoconhecimento e, por isso mesmo, essa jornada tem a capacidade de mudar a sua vida profissional e em outras áreas também. Ela agrupa um conjunto de aspectos humanos importantes para você e para a pessoa que o(a) analisará. São elas:

  • aparência física;
  • personalidade;
  • postura;
  • metas;
  • relacionamentos;
  • atitudes do dia a dia.

Viu só como tudo está interligado? O objetivo aqui é fortalecer a sua autoestima, organizar algumas áreas com metas e observar a forma com que você se relaciona com o mundo à sua volta.

No trabalho, mais especificamente, o marketing pessoal vai ajudá-lo(a) a ser mais bem visto(a), abrindo portas para que os seus avaliadores ou colegas queiram saber mais sobre você.

Algumas atitudes encorajadas nessa técnica e que podem ajudar são:

  • seja autêntico(a) — não crie um(a) personagem que nada tenha nada a ver com você. Lembre-se de que, como já bem adverte o ditado popular, “mentira tem perna curta”;
  • seja pontual — essa é uma obrigação sua com a empresa, sendo que chegar atrasado(a) denota falta de compromisso de sua parte;
  • tenha um aperto de mão firme — esse é o cumprimento do mundo dos negócios, e fazê-lo com segurança sugere que você é um(a) profissional sério(a);
  • olhe nos olhos das pessoas — isso demonstra, de maneira não verbal, sinceridade;
  • fique de olho na sua postura — sente-se reto(a) na cadeira, mantenha a coluna ereta e evite cruzar os braços a toda hora, pois isso transmite muito sobre você;
  • atenção à sua vestimenta — a vestimenta interfere na forma como as pessoas o(a) enxergam. Por isso, conheça o dress code da empresa e se adapte a ele durante o período de trabalho;
  • saiba ouvir — ouça com atenção, opine quando for o momento e sempre sinalize interesse.

Em síntese, fortaleça a sua autoestima e tenha em perspectiva quais são os aspectos em que você precisa e pode melhorar, assim como os caminhos para concretizar essa mudança. Não há receita, mas se conhecer bem é, sem dúvida, o melhor caminho para a realização!

Responder

Seu email não será divulgado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.