Antes e depois de Matthew Mcconaughey:  como a falta de cabelo repercute socialmente

Basta uma rápida visita a inúmeros portais e sites de notícias para encontrar diversas matérias que publicam “antes e depois”, sejam eles relacionados a celebridades ou a pessoas comuns. Em sua maior parte, esses conteúdos costumam estar associados a processos de emagrecimento e/ou a outras grandes alterações no visual, incluindo mudanças no corte e/ou na coloração dos cabelos, a adesão a um novo estilo de vestimenta, etc. Mas e quando se trata da transformação de alguém que sofreu uma queda excessiva de cabelo ou que, simplesmente, aparece “careca” da noite para o dia? De que modo essa nova imagem tende a repercutir na opinião popular?

mcconaughey1Neste mês, o caso de Matthew Mcconaughey, considerado um dos atores mais belos e talentosos de Hollywood, serviu para ilustrar o quanto a falta de cabelos pode ser “impactante” na apreciação social. Assim como a novidade a respeito da sua nova aparência ganhou destaque nos veículos de comunicação do mundo todo, títulos como “Careca, Matthew Mcconaughey […]” e “Matthew Mcconaughey aparece careca […]” também se multiplicaram no Brasil, suscitando críticas de inúmeros leitores, para os quais a comparação entre o seu “antes e depois” foi inevitável.

Em relação a Mcconaughey, as reportagens registram que o seu “visual calvo” se explica pelas particularidades do seu novo personagem ‒ Kenny Wells ‒ no longa “Gold”, dirigido por Stephen Gaghan. Portanto, é de se imaginar que, como o ator precisou raspar parte da cabeça propositalmente para dar vida a um personagem (e, depois, decidiu raspá-la por completo), ele não tenha sentido nenhum grande abalo psicológico ou emocional decorrente dessa mudança. Além disso, é de se supor que, daqui a algum tempo, Mcconaughey volte a passar a mão pelos próprios cabelos com a mesma naturalidade de antes. Porém, nem sempre se pode esperar a mesma “tranquilidade” por parte daqueles que efetivamente estão sofrendo ou já sofreram a queda parcial ou total das madeixas. Isto porque, não bastasse a sua própria dificuldade de reconhecimento diante do espelho, a maioria ainda precisa lidar com todas as críticas recebidas no seu próprio círculo social, que costumam ser bem menos “generosas” do que aquelas feitas ao astro de Hollywood.

 

luis tricotest consultaOlá, tudo bem? Desculpe interromper a sua leitura!
Eu sou o Luis, gerente aqui da Clínica Tricosalus, e estou passando para convidá-lo(a) a conhecer o Tricotest – nosso exame de análise capilar.
Clique aqui e assista ao vídeo.

 

Conforme já tivemos a oportunidade de registrar em “Como a calvície pode afetar o ser humano psicologicamente”, não há dúvida de que existem muitas pessoas que vão se habituando à queda progressiva dos fios e, aos poucos, acabam se acostumando com o novo visual, considerando a calvície uma questão bem resolvida. Para a maior parte, no entanto, a perda do cabelo representa também uma significativa perda de autoestima. Frequentemente, muitas se sentem tão desconfortáveis com a própria aparência que passam a apresentar uma série de comportamentos não padrão ‒ como, por exemplo, evitar o convívio em sociedade.

Tendo em vista que os cabelos não são unicamente uma referência de beleza ou de boa apresentação, mas também uma característica marcante da personalidade, o alcance das notícias a respeito da “calvície” de Matthew Mcconaughey se explica, bem como o “estranhamento” manifestado tanto pela imprensa quanto pelos internautas. E é ciente disto e do quanto a calvície real pode afetar negativamente as pessoas que a Tricosalus desenvolve um trabalho a fim de que, mais do que um resultado estético, o tratamento da queda de cabelo proporcione saúde e bem-estar, essenciais para todos em qualquer fase da vida.

Responder

Seu email não será divulgado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.