Entenda qual é a diferença entre transplante e implante capilar

Entenda qual é a diferença entre transplante e implante capilar

O cabelo começa a ficar ralo e, com a queda dos fios, surge a ansiedade e o medo de não reverter a situação. Esses sentimentos são muito comuns, porém, antes de tomar qualquer medida a esse respeito, é preciso conhecer a fundo todos os métodos e os tratamentos para a calvície, entre os quais estão o transplante e o implante capilar.

Neste artigo, além de esclarecer algumas questões sobre o assunto, vamos registrar as principais informações sobre esses dois métodos. Continue lendo!

Saiba o que é transplante e implante capilar

Diferentemente do que muitas pessoas acreditam, esses métodos não são a mesma coisa, embora ambos possam ser definidos como técnicas cirúrgicas de reposição capilar.

Sendo assim, eles têm o mesmo objetivo, que é ser um recurso no combate à alopecia androgenética, a popular calvície hereditária.

Conheça como funcionam e seus diferenciais

Cada método atua de uma forma, o que significa que, antes de aderir a um ou a outro, é preciso entender melhor as especificidades de ambos e, claro, consultar um médico especialista, que indicará o tratamento mais efetivo para o caso. Aqui, no entanto, reunimos as principais diferenças entre o implante e o transplante para que você possa se familiarizar um pouco mais com o assunto. Confira!

O que é o transplante capilar?

Esse método consiste em retirar folículos pilosos de algumas partes do couro cabeludo e transplantá-los para outras áreas. Isso é possível porque a maioria dos calvos ainda possui cabelos nas têmporas e na nuca.

Nesse caso, como o doador é também o receptor e os fios são naturais, a chance de rejeição pelo corpo é praticamente nula.

Como funciona o implante capilar?

No caso do implante, a história é outra. A principal diferença está no fato de os fios implantados serem enxertos artificiais feitos no couro cabeludo. Sendo assim, o receptor não é o doador, e existe a chance de o corpo rejeitá-lo ou de haver infecções.

Entenda os efeitos esperados de cada um

O principal efeito promovido por ambos é a devolução dos fios e da autoestima para os pacientes de transplante e implante capilar, mas cada procedimento tem um resultado diferente.

Com o transplante, será necessário até oito meses para que seja possível ver uma diferença relevante, já que o fio estará em crescimento. Além disso, o efeito é muito natural e o cabelo continua a crescer, enquanto se leva uma vida normal.

Já no implante, o resultado é imediato e, por isso, ele é popular para quem busca a “solução para ontem”. A parte negativa desse imediatismo é um efeito pouco natural, uma vez que os fios são sintéticos. Eles podem ser cortados, mas não crescem novamente.

Veja quando cada método é indicado

Isso depende de quais os seus objetivos: se pretende ter um resultado imediato e quanto está disposto a investir. Porém, acima de tudo, deve ser considerada a opinião de um médico especialista em tricologia e em patologias do couro cabeludo. Apenas esse profissional é capaz de esclarecer dúvidas e de fazer pré-exames.

No mais, você sabia que, além dessas duas opções (transplante e implante capilar), existem outras formas de reverter a calvície? O sistema CNC, por exemplo, é exclusivo da Tricosalus. Ele permite a reconstrução dos fios, de forma indolor e não cirúrgica. No entanto, lembre-se que tanto os tratamentos tópicos quanto os sistêmicos devem ser indicados apenas pelo médico especialista.

Gostou do post? Então aproveite a visita para desvendar 8 mitos sobre cabelos e fazer as pazes com eles!

Responder

Seu email não será divulgado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.