Alopecia Androgênica: causa, características e tratamentos

Popularmente conhecida como “calvície hereditária” ‒ ou, ainda, “calvície masculina” ‒, a alopecia androgênica é a calvície de padrão clássico que ocorre predominantemente em homens, embora muitas mulheres também possam ser diagnosticadas com esse problema.

De acordo com uma recente publicação no jornal italiano Corriere Della Sera, a alopecia androgenética afeta aproximadamente 70% dos homens e 40% das mulheres. Já segundo estudos divulgados no Brasil, estima-se que, de cada 10 homens com menos de 70 anos, 8 deles tenham propensão à calvície em decorrência da hereditariedade. Isto porque, tal como o próprio nome sugere, na calvície androgenética incide fortemente a predisposição genética do indivíduo para a ocorrência da acentuada perda de cabelo.

Nos homens, esse tipo de alopecia se manifesta em regiões específicas do couro cabeludo, em dimensões alopeciaque podem variar de pessoa para pessoa, mas que geralmente atingem os fios localizados na parte superior da cabeça, raramente afetando a nuca. Já nas mulheres se verifica uma perda difusa, isto é, uma perda ao longo de todo o couro cabeludo, resultando numa redução do volume de cabelo e no comprimento dos fios.

O grande responsável pelo surgimento desse tipo de alopecia é o hormônio dihidrotestosterona (DHT), derivado da testosterona. Nos indivíduos predispostos geneticamente, o receptor hormonal de DHT está alterado, fazendo com que a ação do próprio hormônio promova um afinamento progressivo do cabelo em determinadas regiões do couro cabeludo, desencadeando, assim, a excessiva perda dos fios.

luis tricotest consultaOlá, tudo bem? Desculpe interromper a sua leitura!
Eu sou o Luis, gerente aqui da Clínica Tricosalus, e estou passando para convidá-lo(a) a conhecer o Tricotest – nosso exame de análise capilar.
Clique aqui e assista ao vídeo.

 

Prevenção e tratamentos: por que e como fazê-los

Mesmo em se verificando a predisposição genética para a alopecia androgênica, é possível prevenir a queda de cabelo em quantidade acima do normal, desde que logo seja dado início ao seu correto tratamento – quanto antes, melhor.

Apesar de muitas pessoas não terem conhecimento a esse respeito, existem tratamentos para a prevenção da calvície, e é por essa razão que, mesmo tendo constatada a sua predisposição genética, ninguém está fadado a sofrer a perda excessiva dos fios.

Home-Remedies-For-Baldness-and-Hair-LossOutra boa notícia é que já existem excelentes terapêuticas para a alopecia androgenética. Para realizá-las, também é importante consultar-se o mais rápido possível com o dermatologista, pois somente a partir de uma avaliação completa será possível diagnosticar o quadro de calvície hereditária e prescrever o tratamento adequado.

Já para aqueles que necessitam de uma intervenção definitiva, é importante destacar a solução efetiva e não cirúrgica que a Tricosalus trouxe com exclusividade para o Brasil: o Sistema CNC, que consiste na reconstrução das áreas calvas do couro cabeludo com a integração de cabelos naturais de forma gradual.

Para quem quiser obter mais informações a esse respeito, basta entrar em contato com a Clínica, que está localizada no bairro da Vila Olímpia, em São Paulo, e agendar uma consulta, na qual as particularidades de cada caso serão analisadas por um médico e tratadas com os mais avançados recursos da área.

7 Comentários

Eduardo Godoy

14 jan, 2016

Olá, pessoal!
Fiquem à vontade para fazer comentários sobre o artigo ou para fazer perguntas!
As respostas são sempre enviadas via e-mail para todos vocês.
Para agendar uma consulta conosco ou tirar dúvidas rapidamente, liguem: (11) 4550-1420, 4550-1421 ou 9.8348-0349
Att.,
Equipe Tricosalus

thata

01 fev, 2016

e qual o tratamento para alopecia areata??

Rosimeyre Fortes da Silva

15 fev, 2016

Qual o melhor tratamento pra da volume aos cabelos e disfarcar falhas no centro da cabeca

Ana

29 fev, 2016

Pra quem mora no interior do Rio Grande do Sul existe alguma alternativa de fazer o tratamento com vocês mesmo assim?

Maria Eugênia

21 mar, 2016

Moro no interior de Minas Gerais, existe alguma alternativa para fazer o tratamento com vocês?

Natalicio Lima

13 mai, 2016

Olá tenho calvície hereditária, semelhante a segunda imagem exemplificando os estágios da calvície. Moro em Londrina Pr, como poderia fazer um tratamento com vocês?

ellen

20 nov, 2016

nao consegui identificar um tratamento especifico

Comente!